Instituições Estaduais participam de posse do Comsea no Cabo

Agricultores e representantes de instituições que atuam contra a vulnerabilidade alimentar participaram da solenidade de posse do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Comsea) realizada na tarde dessa terça-feira (23/10) no Centro Administrativo Municipal, localizado no bairro da Torrinha. A proposta é contribuir pra o fortalecimento da agricultura familiar e empreendedorismo local.
Os convidados foram recepcionados com a exposição de frutas, verduras e legumes produzidas por agricultores da zona rural do município. Na ocasião estiveram representantes do Ministério Público Estadual, Comsea Estadual, Secretaria de Agricultura do Estado, da Universidade Federal Rural de Pernambuco e comunidade, principalmente dos engenhos São Salvador, Pau Santo, Mato Grosso e Arariba de Baixo.
Ao todo serão 24 conselheiros, representantes do governo e da sociedade civil. O Comsea tem a finalidade de articular e mobilizar a sociedade para formular políticas públicas, programas e ações em que configurem o direito humano a alimentação como parte integrante do direito de cada cidadão.

O evento organizado pela secretaria de Programas Sociais trouxe à tona a discussão sobre o atual momento de insegurança alimentar nutricional que atualmente vivenciamos com o consumo de produtos industrializados. “É muito importante que órgãos governamentais construam , auxiliados pela sociedade , políticas públicas para inclusão dos pequenos produtores no mercado. O conselho nos dá aos agricultores a oportunidade de aprendizagem, desenvolvimento e qualidade na produção “ afirma Marco Aurélio, representante do Ministério Público.

A imagem pode conter: Edna Gomes, sorrindo, em pé

Pela primeira vez o Comsea terá representantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco – IFPE, e do Serviço Social da Indústria – Sesi, e a proposta é que a teoria acadêmica auxilie na qualidade dos pequenos produtores. “Nossa ideia é trabalhar a conscientização na perspectiva de ter uma alimentação melhor e privilegiar a cultura local, para evitar o desperdício e adaptar o paladar para uma alimentação de qualidade e funcional” finalizou Edna Gomes, secretaria de Programas Sociais.

Blog do Marcos Almeida:  A Notícia em Movimento

Imagem | Esse post foi publicado em SECRETARIO DO CABO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s