Governo Federal autoriza 1,9 mil vagas de trabalho em universidades; PE tem oportunidades

ufpe-campus

Os ministérios da Educação (MEC) e do Planejamento autorizaram ontem (19) a criação de 1,9 mil vagas, a serem incluídas em 2017 e 2018, para bancos de professor e para o quadro técnico-administrativo das universidades federais. Há vagas para Pernambuco. A Portaria Interministerial 316, de 9/10/2017, foi publicada no Diário Oficial da União.

Segundo o MEC, em Pernambuco haverá vagas paras as Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

A Universidade Federal de Pernambuco terá, este ano, seis novas vagas para professor de nível superior na instituição e mais três para as unidades de ensino básico, técnico e tecnológico ligadas à UFPE. Já a Universidade Federal Rural de Pernambuco terá, para 2018, mais 43 vagas para professor.

Para cargos de servidores técnico-administrativos, estão previstas sete novas vagas para UFPE este ano, enquanto, para a UFRPE, serão mais cinco vagas em 2017 e, para 2018, 33 vagas. A assessoria de comunicação do MEC explica que caberá a cada instituição a realização da seleção.

Na Univasf, estão previstas 41 novas vagas de professor para o próximo ano e, para os cargos de técnico-administrativos, mais 34 vagas ao todo: dez para este ano e 24 para 2018.

Do total no País, 1,2 mil vagas são para contratação de docentes e 700 para cargos técnico-administrativos. Segundo o MEC, a medida visa a recompor, em parte, o quadro de servidores necessário para atender às quatro universidades mais novas, criadas em 2013; a expansão referente aos cursos de medicina (Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Universidade Federal do Cariri (UFCA), Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB); a ampliação de campi; e a regularização de deficit de técnico administrativos decorrentes de decisões judiciais.

A efetivação da ampliação de vagas previstas para o ano de 2018 dependerá ainda de confirmação orçamentária pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Segundo o MEC, a última liberação de vagas de docentes ocorreu em agosto de 2015, quando foram autorizadas 880 vagas para contratação no âmbito do programa de ampliação dos cursos de medicina. No caso do quadro técnico-administrativo, a última liberação de vagas havia sido em abril de 2014.

Blog do Marcos Almeida:  A Notícia em Movimento

Esse post foi publicado em concursos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s