Senador João Alberto (PMDB-MA) arquiva processo contra Aécio e Randolfe pretende recorrer

O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), determinou na sexta-feira o arquivamento da representação contra o senador afastado por decisão judicial Aécio Neves (PSDB-MG). — Indeferi por falta de provas — disse João Alberto. Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou que vai entrar com recurso contra a decisão. Ele tem prazo de até dois dias úteis e precisa de assinaturas de cinco titulares do conselho.

A representação por quebra de decoro contra Aécio foi apresentada em maio pela Rede e pelo PSOL e havia sido recebida no dia 19 pelo senador João Alberto. — Eu espero que o Conselho de Ética do Senado cumpra o seu papel com a ética. Não há condições algumas de o senador Aécio Neves não ter infringido o Código de Ética e Decoro Parlamentar — afirmou Randolfe.

O senador argumentou que as provas apresentadas na representação são “recortes de jornais, de revistas e fitas gravadas que não dizem nada que culpe o senador Aécio Neves”. — Não há elementos convincentes para que se abrisse um processo. A minha consciência diz que não cabe, por falta de provas, abrir processo — argumentou o presidente do conselho. Fonte: Agencia Senado

Blog do Marcos Almeida:  A Notícia em Movimento

Esse post foi publicado em Política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s