Caso de Polícia: dupla confessa estupro de idoso em metrô

Vítima de 60 anos foi abusada na última terça (6) e teve pedaço de madeira enfiado no ânus. Suspeitos foram detidos esta sexta-feira (9).

Por: Amanda Duarte, Folha PE

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu um jovem de 18 anos e apreendeu um menor de 15, nesta sexta-feira (9), que confessaram ter estuprado um idoso de 60 anos numa passarela da estação Ipiranga do metrô, no bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife. O crime ocorreu na última terça (6), por volta das 21h.

A polícia identificou os suspeitos, Bruno Borba da Silva e o adolescente, com a ajuda de imagens de câmeras de segurança instaladas nas proximidades da estação. A prisão e apreensão ocorreram na manhã desta sexta. “Eles foram interrogados na presença de advogados e familiares e narraram com riqueza de detalhes o crime”, disse o delegado Igor Leite, titular da Delegacia de Afogados.

Segundo o delegado, eles estupraram o idoso após realizarem um assalto contra duas mulheres na área. A dupla já foi reconhecida pelas vítimas. Em depoimento, os suspeitos confessaram que houve conjugação carnal e que enfiaram um objeto de madeira no ânus da vítima e quebraram esse objeto lá dentro.No dia seguinte ao crime, um protesto paralisou o funcionamento da estação de metrô Ipiranga. Os manifestantes agiram contra o estupro e pediam mais segurança.

“Não há justificativa sobre a motivação deles, é uma questão de brutalidade mesmo, uma violência que não tem explicação, a não ser na mente doentia daquela pessoa que pratica”, relatou o delegado. “Bruno narrou que iriam só assaltar o idoso, mas o menor de idade tinha a intenção de praticar o estupro. A partir daí o foco do crime se desviou e eles nem tiveram interesse nos pertences do idoso”, disse Igor Leite. Segundo o delegado, o adolescente de 15 anos é conhecido nas redondezas por ser extremamente violento.

O idoso é aposentado por invalidez, tem uma deficiência no braço e estava indo para casa, em Afogados, no momento do crime. Até essa quinta-feira (8), ele estava internado no Hospital Otávio de Freitas, no bairro de Tejipió, Zona Oeste do Recife, quando a Secretaria Estadual de Saúde informou à reportagem que ele tinha passado por cirurgia e estava bem. Nesta sexta, o órgão não pode confirmar se ele permanecia na unidade tampouco atualizar o estado de saúde dele.

Bruno estava armado com um revólver calibre 38 durante o abuso. Os suspeitos foram autuados por formação de quadrilha armada e Bruno também responderá por porte ilegal de arma de fogo. O delegado afirma que a expectativa de conclusão do inquérito é na próxima semana. Com o final das investigações, ele vai pedir o indiciamento da dupla também por roubo qualificado e estupro, além de solicitar a prisão preventiva de Bruno e a internação provisória

Blog do Marcos Almeida:  A Notícia em Movimento

Esse post foi publicado em Violência PE. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s